Educação para a Sustentabilidade

Destacado

Poluição. Desmatamento. Reciclagem. Preservação.

O que essas palavras significam para você?  Sustentabilidade? Reveja seus conceitos! 

Nós modificamos os nossos, ao entrarmos no projeto “Educação para a Sustentabilidade”.

Sustentabilidade engloba também os conceitos sociais e econômicos. Pequenas ações diárias podem fazer toda a diferença para o ambiente; apagar as luzes, fechar a torneira e reciclar, por exemplo. Mas, para fazer um mundo sustentável, é preciso ultrapassar o limite ambiental e atuar em outras áreas, como na econômica, consumindo conscientemente, e na social, diminuindo as desigualdades, só para citar dois exemplos.

Além disso, aprendemos que apenas saber não basta. É preciso agir. Demos nosso primeiro passo, criando esse blog. Prestigie!

 “Um mundo sustentável é ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável.”

 [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=3c88_Z0FF4k]

“Educação para Sustentabilidade” debate infância e consumo

O projeto Educação para Sustentabilidade, que conta com alunos do primeiro e segundos anos do Ensino Médio, recebeu uma representante do Instituto Alana e também realizou um evento para debater a questão do consumo e desperdício.

_sam0440

Maria Helena Masquetti, representante do Instituto Alana, que visa mobilizar a sociedade para a defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, exibiu o vídeo “Criança, a alma do negócio”. Logo após, lançou a discussão sobre o uso de crianças para realização de propagandas. Durante o bate papo, comentou com os alunos as políticas públicas que existem para que os publicitários não abusem dos jovens em busca de suas metas. “O tema consumo foi pela primeira vez, em sete anos de existência do projeto, selecionado pelos alunos para uma roda de conversa”, ressaltou o educador do projeto, Edson Grandisoli.

_sam0489

Já na Virada Sustentável 2016 de São Paulo, em parceria com o Instituto Tide Setúbal, os estudantes do Band se encontraram com estudantes de escolas públicas, no bairro Jardim Lapena, para uma caminhada pela  comunidade local. O objetivo desta era identificar os desafios da comunidade, para, em seguida, construírem uma agenda de ações com diversas possibilidades de solução para os diversos problemas identificados.

_sam0497

“ As atividades realizadas foram muito incríveis. Creio que é extremamente importante que todos conheçam uma outra realidade, pois apesar dos problemas, os fortes laços de companheirismo e parceria deveriam servir de modelo”, comentou a aluna Ana Beatriz Andrade. “ Outra proposta muito interessante foi o almoço sustentável, no qual saboreamos diversos pratos preparados a partir de alimentos da xepa de uma feira local. Tudo estava extraordinário! ”, finalizou.

Reflexão sobre mobilidade

As alunas Ana Beatriz e Ana Amélia (2B1 e 2B2) redigiram uma breve e necessária reflexão sobre mobilidade após a realização do debate organizado pelo Educação para a Sustentabilidade em parceria com a professora Márcia Abdo e convidados.

Parabéns Anas. Só entendendo as questões a fundo seremos capazes de propôr soluções viáveis e democráticas.

IMG_1935

Debate sobre mobilidade. Foto: Thais Milani.

Sobre mobilidade e cidades.

É comum associar cidade a carros, em geral, quanto maior e mais desenvolvida a cidade, maior o número de carros nas ruas e, consequentemente, maiores são as condições para os motoristas. Historicamente, as cidades começaram com pequenos centros urbanos que melhorava e facilitava a mobilidade das pessoas. No entanto, principalmente,  a partir da segunda revolução industrial, quando começam a fabricação de automóveis em massa, as cidades mudaram seu foco para a mobilidade dessas máquinas e começaram a ter as grandes avenidas, ruas mais bem elaboradas, faróis e estacionamentos. Décadas após o começo da fabricação dos carros, a preocupação das maiores cidades é quanto espaço ainda há para suportar o número crescente de automóveis. Nova York foi uma das pioneiras a pensar sobre a melhoria mobilidade urbana focando nos habitantes, tudo começou com ciclovias que abriram espaço para transformar a Times Square, uma das maiores avenidas e pontos turísticos dos Estados Unidos, em um local de lazer com uma estrutura feita para pessoas e não maquinas. O exemplo vem sendo seguido por outras cidades ao redor do mundo; em São Paulo, por exemplo, cresce o estímulo a formas de transporte alternativas, como a bicicleta e o transporte público. Além disso, abre a Avenida Paulista, uma  mais importantes da cidade, para o uso de lazer da população. Essas transformações mostram como o ideal de cidade vem mudando, prezando mais a qualidade de vida e a relação entre as pessoas que podem tornar a sociedade mais empática. A pergunta que fica é: quanto tempo resta para o ideal de cidade que temos hoje, cheia de carros e pouco espaço?

Ana Beatriz 2B1 e Ana Amélia 2B2

 

Sustentabilidade no Band DivulgAÇÃO

No dia 11 de junho, aconteceu o primeiro Band DivulgAÇÃO, evento que reuniu e divulgou iniciativas desenvolvidas pela comunidade do Band e por Organizações Sociais convidadas.

O Projeto Educação para a Sustentabilidade estava lá com seus participantes de 2016.

IMG_1940

Participantes de 2016 falando do projeto durante o Band DivulgAÇÃO

Além de apresentarem o projeto e seus resultados para a comunidade, cada um que passou por lá teve a chance de refletir e escrever sobre quais gentilezas gostaria de praticar mais no seu dia a dia. Esses depoimentos serão enviados daqui 3 a 4 meses para a casa de cada um para que se lembrem do dia e do combinado consigo mesmo.

Parabéns a todos que participaram e aos organizadores do evento.

Parceria com a Fundação Tide Setubal

No último encontro (dia 02/06), os participantes do Educação para a Sustentabilidade receberam a visita de 3 representantes da Fundação Tide Setubal (Bel, Vivi e Simone).

Elas vieram contar um pouco sobre os projetos sociais desenvolvidos pela Fundação e, em especial, fazer um convite aos alunos.

IMG_1900No final de agosto, durante os eventos da Virada Sustentável, professsores e alunos do EpS participaram de atividades em uma escola pública situada na perifieria de São Paulo, mais especificamente em São Miguel Paulista, em parceria com a Fundação.

Os estudantes terão a chance de desenvolver atividades em conjunto com 50 estudantes da região, visando a criação de soluções inovadoras para problemas da comunidade.

Será uma experiência memorável para todos e agradecemos muito a parceria e presença da Bel, Vivi e Simone.

IMG_1895

Cada vez menos plástico

Os participantes do Educação para a Sustentabilidade criaram e aplicaram um questionário aos professores sobre o desejo de passar a utilizar canecas na sala dos professores e reduzir ainda mais o consumo de plástico na escola.

Vale lembrar que o projeto já realizou uma intensa companha em 2011/2012, levando à retirada dos copos pláticos destinados aos alunos e laboratórios, substituindo-os por squeezes.

Veja o resultado da pesquisa desse ano.

Untitled-1

O próximo passo será o estudo sobre o melhor local para a construção de um canecário e, a partir desse momento, a utilização dos copinhos será predominantemente realizada pelos visitantes do colégio.

Faça parte dessa mudança você também e use sempre sua garrafinha ou caneca (em todos os lugares).

 

Professores de Sustentabilidade falam sobre projeto na Secretaria Estadual de Educação

Os mentores do curso Educação para Sustentabilidade, Edson Grandisoli e Rosiani Telles, foram à Secretaria Estadual de Educação apresentar o projeto do Band e falar sobre educação ambiental em escolas. A videoconferência foi transmitida para todos os educadores da rede pública, totalizando um potencial de 250 mil espectadores.

Professores Edson e Rosiani na Secretaria Estadual de Educação

Professores Edson e Rosiani na Secretaria Estadual de Educação

O convite foi feito pela própria Secretaria de Educação, como parte da iniciativa “Rumo a uma escola e sociedade sustentáveis”. A proposta da ação é reunir professores, coordenadores, e diretores de Núcleos Pedagógicos para tratar da aprendizagem contextualizada e significativa de questões ambientais em instituições de ensino públicas.

Durante a apresentação, o professor Edson contou sobre sua trajetória com Sustentabilidade e Educação, incluindo como diretor educacional da Reconectta e consultor da Plataforma Sustentáculos. Em seguida, Rosiani explicou sobre a experiência do Bandeirantes com o curso de Sustentabilidade.

Em sua fala, a professora ressaltou a visão prática do ensino de questões ambientais, passando pelo trabalho feito com os alunos e intervenções já realizadas no Colégio desde o início do projeto. Para ela, a troca de experiência com os professores de escolas públicas foi enriquecedor. “ A realidade entre a rede pública e privada é muito diferente e conversar sobre o que pode ser levado para lá e o que pode ser trazido para cá é ótimo”, comentou.

A inspiração de Minas Gerais

Logo após a semana de provas, alunos e professores do Educação para a Sustentabilidade visitaram a cidade de Extrema (MG), onde entraram em contato com a sustentabilidade na prática e puderam realizar uma reconexão com a natureza.

A aluna Gabriela Verçosa escreveu um belo texto sobre sua experiência. Gostaríamos de compartilhá-lo com todos.

 

“Tudo começa com um convite da escola, na sustentabilidade, para ir para a Fazenda Atalanta em Extrema (MG) . Você pensa automaticamente no cansaço que vai estar sentindo depois das provas e bem antes de ir você pensa seriamente em desistir e deitar na sua cama. Nesse momento tem alguma coisa que te faz querer, te leva para esse lugar. É algo inexplicável, que vem de dentro que é mais forte que sua consciência falando para você ir.

Bem… Só tenho uma coisa a dizer… Vá! 

 É nessa fazenda que você descobre os porquês, ganha esperança, aprende o que não esperava, pois aqui não se fala somente de ecologia, se fala de toda a vida, de energia, de visão no sentido mais amplo. 

 Em 3 dias aprendi bem mais do que pensava ser possível e encontrei um pouco mais comigo mesma. Foi uma das melhores experiências da minha vida.”

_ITA4683

Grupo de alunos e professores em Extrema (MG)

 

Band inaugura bicicletário

O Bandeirantes agora tem um bicicletário para atender aos alunos e funcionários durante o período de aulas. A ação foi uma iniciativa da Equipe de Educação para Sustentabilidade, em conjunto com o aluno formado em 2013 e representante da Organização Bike Zona Sul, Thomas Wang.

IMG_9938

No evento de inauguração, os professores de Educação Física, Carlos De Simone e Felipe Dutra, que costumam utilizar bicicleta para ir até o Colégio, estacionaram suas bikes e colocaram o bicicletário oficialmente em funcionamento.

IMG_9896

Para eles, as maiores vantagens da nova aquisição do Band são a segurança e a praticidade para quem quer guardar o veículo.

IMG_9929

A proposta para implementar o bicicletário veio do aluno Thomas, que juntamente com a equipe de Sustentabilidade, pesquisou com empresas qual seria o melhor formato e localização para o estacionamento das bikes. “O trânsito por aqui é ruim, construir um bicicletário dá opção e auxílio para quem quer uma alternativa sustentável”, comentou.

IMG_9911

Para Thais Milani, mentora do Educação para Sustentabilidade, a iniciativa pretende que as pessoas enxerguem uma cultura ciclista no Colégio. “A gente acredita que o projeto contribui para o aluno lembrar que a bicicleta é uma solução viável. A quebra de paradigma em relação ao uso de carros é uma tendência nas grandes cidades e o Band está alinhado com isso”, declarou.

Sustentabilidade na Prática

Os alunos e professores do Projeto Educação para a Sustentabilidade visitaram a cidade de Extrema, em Minas Gerais, entre os dias 15 e 17 de abril.

O grupo ficou hospedado na Fazenda Atalanta, referência na região por práticas alternativas e sustentáveis de agricultura, coleta de água da chuva, bioconstrução, compostagem, etc.

Além das aulas práticas, todos puderam conhecer as belezas da região, como a Pedra do Cume.

_ITA4488

Grupo a caminho da Pedra do Cume em Extrema – MG. Foto: Edson Grandisoli

Em breve, mais fotos e novidades sobre a viagem.

 

Quando inaugura nosso bicicletário?

Se você ainda não viu, dê um pulinho ao lado da sala BS1 para ver nosso novíssimo bicicletário.

20160331_150446

Equipe do EpS 2016 junto ao novo bicicletário.

A inauguração vai ocorrer ainda em abril, logo após a equipe do Projeto Educação para a Sustentabilidade definir as boas práticas de uso do equipamento e do espaço.

No dia 19 de abril, a partir das 14 horas, teremos um debate sobre Mobilidade com convidados. Coloque na sua agenda e participe dessa transformação.