ODS são contemplados no Band

A importância de uma melhoria na qualidade de vida dos cidadãos vem, nos últimos anos, se tornando prioridade da população global.

ods

Para que se consiga atingir esta difícil meta, a ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleceu 17 ODS (Objetivos de Desenvilvimento Sustentável) e a “Agenda de 2030”, que se baseiam nos 8 ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio).

Os professores orientadores Edson Grandisoli, Rosiani Telles, Cristiana Assumpção e Taís Milani, juntamente com alunos do 1o e 2o anos desenvolveram uma apresentação e um questionário que foram assunto de um stand da Feira de Ciências e Tecnologia de 2016.

grafico

“Este projeto foi uma maneira de nós integrarmos as disciplinas e, além disso, divulgar muitas das propostas que o Bandeirantes já abordava os ODS mesmo antes da ONU os oficializarem. ”, comentou a professora Rosiani.

grupo2016

Seguindo o critério de relevância, diversos alunos do Colégio tiveram a oportunidade de votar nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que julgavam impreteríveis para que o progresso seja atingido. Educação de qualidade e redução de desigualdade foram os ODS que receberam o maior número de votos e, por conta disso, estes assuntos serão debatidos nos próximos semestres.

“A votação foi feita para que estas discussões sobre os temas que os alunos julgaram mais pertinentes possam ser discutidas com figuras notáveis de cada ramo e, dessa forma, aguçar a vontade de transformação. ”, finalizou Edson.

“Educação para Sustentabilidade” debate infância e consumo

O projeto Educação para Sustentabilidade, que conta com alunos do primeiro e segundos anos do Ensino Médio, recebeu uma representante do Instituto Alana e também realizou um evento para debater a questão do consumo e desperdício.

_sam0440

Maria Helena Masquetti, representante do Instituto Alana, que visa mobilizar a sociedade para a defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, exibiu o vídeo “Criança, a alma do negócio”. Logo após, lançou a discussão sobre o uso de crianças para realização de propagandas. Durante o bate papo, comentou com os alunos as políticas públicas que existem para que os publicitários não abusem dos jovens em busca de suas metas. “O tema consumo foi pela primeira vez, em sete anos de existência do projeto, selecionado pelos alunos para uma roda de conversa”, ressaltou o educador do projeto, Edson Grandisoli.

_sam0489

Já na Virada Sustentável 2016 de São Paulo, em parceria com o Instituto Tide Setúbal, os estudantes do Band se encontraram com estudantes de escolas públicas, no bairro Jardim Lapena, para uma caminhada pela  comunidade local. O objetivo desta era identificar os desafios da comunidade, para, em seguida, construírem uma agenda de ações com diversas possibilidades de solução para os diversos problemas identificados.

_sam0497

“ As atividades realizadas foram muito incríveis. Creio que é extremamente importante que todos conheçam uma outra realidade, pois apesar dos problemas, os fortes laços de companheirismo e parceria deveriam servir de modelo”, comentou a aluna Ana Beatriz Andrade. “ Outra proposta muito interessante foi o almoço sustentável, no qual saboreamos diversos pratos preparados a partir de alimentos da xepa de uma feira local. Tudo estava extraordinário! ”, finalizou.

Professores de Sustentabilidade falam sobre projeto na Secretaria Estadual de Educação

Os mentores do curso Educação para Sustentabilidade, Edson Grandisoli e Rosiani Telles, foram à Secretaria Estadual de Educação apresentar o projeto do Band e falar sobre educação ambiental em escolas. A videoconferência foi transmitida para todos os educadores da rede pública, totalizando um potencial de 250 mil espectadores.

Professores Edson e Rosiani na Secretaria Estadual de Educação

Professores Edson e Rosiani na Secretaria Estadual de Educação

O convite foi feito pela própria Secretaria de Educação, como parte da iniciativa “Rumo a uma escola e sociedade sustentáveis”. A proposta da ação é reunir professores, coordenadores, e diretores de Núcleos Pedagógicos para tratar da aprendizagem contextualizada e significativa de questões ambientais em instituições de ensino públicas.

Durante a apresentação, o professor Edson contou sobre sua trajetória com Sustentabilidade e Educação, incluindo como diretor educacional da Reconectta e consultor da Plataforma Sustentáculos. Em seguida, Rosiani explicou sobre a experiência do Bandeirantes com o curso de Sustentabilidade.

Em sua fala, a professora ressaltou a visão prática do ensino de questões ambientais, passando pelo trabalho feito com os alunos e intervenções já realizadas no Colégio desde o início do projeto. Para ela, a troca de experiência com os professores de escolas públicas foi enriquecedor. “ A realidade entre a rede pública e privada é muito diferente e conversar sobre o que pode ser levado para lá e o que pode ser trazido para cá é ótimo”, comentou.

Band inaugura bicicletário

O Bandeirantes agora tem um bicicletário para atender aos alunos e funcionários durante o período de aulas. A ação foi uma iniciativa da Equipe de Educação para Sustentabilidade, em conjunto com o aluno formado em 2013 e representante da Organização Bike Zona Sul, Thomas Wang.

IMG_9938

No evento de inauguração, os professores de Educação Física, Carlos De Simone e Felipe Dutra, que costumam utilizar bicicleta para ir até o Colégio, estacionaram suas bikes e colocaram o bicicletário oficialmente em funcionamento.

IMG_9896

Para eles, as maiores vantagens da nova aquisição do Band são a segurança e a praticidade para quem quer guardar o veículo.

IMG_9929

A proposta para implementar o bicicletário veio do aluno Thomas, que juntamente com a equipe de Sustentabilidade, pesquisou com empresas qual seria o melhor formato e localização para o estacionamento das bikes. “O trânsito por aqui é ruim, construir um bicicletário dá opção e auxílio para quem quer uma alternativa sustentável”, comentou.

IMG_9911

Para Thais Milani, mentora do Educação para Sustentabilidade, a iniciativa pretende que as pessoas enxerguem uma cultura ciclista no Colégio. “A gente acredita que o projeto contribui para o aluno lembrar que a bicicleta é uma solução viável. A quebra de paradigma em relação ao uso de carros é uma tendência nas grandes cidades e o Band está alinhado com isso”, declarou.

Alunos do 7.o ano realizam projeto sustentável

Os alunos do 7.o ano fizeram cartazes para conscientizar os colegas em relação ao descarte correto do lixo produzido em sala de aula. O projeto foi realizado em parceria com o curso de Educação para Sustentabilidade.

IMG_5408

Como o conteúdo trabalhado durante o ano letivo do 7.o ano integra o desenvolvimento sustentável, a equipe de Ciências se uniu a Sustentabilidade. Os alunos da 1.a série participantes do curso então explicaram aos do 7o ano sobre o que aprenderam sobre o descarte de resíduos e como chegaram na ideia dos atuais cartazes que ficam fixados acima das lixeiras do Colégio.

IMG_5409

“Os alunos da 1.a série adoraram ensinar. Foi difícil no começo, mas depois eles acharam bom poder passar o conhecimento para os mais novos”, contou Rosiani Telles, uma das coordenadoras do Curso de Sustentabilidade. “Essa comunicação entre estudantes é muito interessante, eles aprendem muito quando ensinam e também se ouvem mais”, completou.

IMG_5405

Cada sala foi dividida em grupos, que utilizaram os conhecimentos acadêmicos e a criatividade para fazer os pôsteres. Em seguida, eles fizeram uma votação para escolher a melhor produção da turma e fixá-la nas lixeiras da sala e nos corredores. Por fim, os estudantes ainda fizeram releituras dos cartazes próprios ou expostos. “Esta etapa foi uma das mais gratificantes, porque mostrou que eles realmente entenderam a proposta e incorporaram as ações de conscientização”, declarou Carolina Oreb, professora de Ciências.

O projeto ainda demonstrou outros resultados positivos. “Eles [os alunos do 7.o ano] se transformaram. A quantidade de lixo produzida por eles diminuiu bastante”, ressaltou Carolina. O curso de Sustentabilidade também apresentou outras inovações com a nova gestão de resíduos e os cartazes produzidos pelos estudantes do curso deste ano para as lixeiras do Colégio.

Confira na imagem abaixo.

reciclagem2015

Alunas participam de Virada Sustentável

As alunas Verônica Beetz, Luísa Heise, Valentina Bosch e Ana Amélia Alcântara, da 1.a série, representaram a turma de Educação para Sustentabilidade do Band na Virada Sustentável. A professora de Laboratório de Biologia, Thais Milani Bianco e o mentor do projeto, Edson Grandisoli as acompanharam.

Captura de Tela 2015-09-15 às 08.54.59

A iniciativa  aconteceu no Parque da Previdência, como parte do evento Educação na Virada. O convite para participar veio da própria organização do evento, do qual o Prof. Edson fez parte.

O projeto apresentado pelas meninas foi baseado na nova gestão de resíduos do Colégio. A turma preparou um pôster contando sobre a história da iniciativa e o impacto que tem causado na escola. Além disso, as meninas que estavam presentes no evento puderam explicar em detalhes sobre a gestão de resíduos para os organizadores da virada e o público do parque.

“É muito importante marcar presença em eventos como esse por uma série de motivos. Primeiro, por que é uma oportunidade de treinar habilidades de comunicação e apresentação, que são muito importantes para a vida profissional deles”, contou O Prof. Edson. “Depois, por que é uma chance de compartilhar a ideia e divulgar o trabalho feito no Band, inspirando outras instituições a seguirem atitudes sustentáveis”, finalizou.

Professores formam “Liga Sustentável”

Professores de todos os anos se prontificaram a fazer parte da “Liga dos Professores Sustentáveis”. O projeto idealizado pelos alunos do curso Educação para Sustentabilidade para ampliar o alcance do programa. _SAM0322

Com o objetivo de envolver mais o corpo docente com as ações do grupo de sustentabilidade, os alunos do projeto foram nas reuniões de série ao final do primeiro semestre e apresentaram sobre as medidas tomadas no Colégio em decorrência do curso. Eles aproveitaram a ocasião para convidar os professores interessados a fazerem parte da Liga.

A partir deste mês, a missão dos professores participantes é de passar recados, mensagens e filmes que estejam relacionados com o que está sendo trabalhado no projeto. Este ano, os comunicados serão relacionados à nova gestão de resíduos do Colégio, desenvolvida pela turma do curso.

“A Liga é muito importante, porque é o professor que pode multiplicar a nossa mensagem e atingir todos os alunos”, declarou Edson Grandisoli, mentor do Educação para Sustentabilidade. “É através da comunicação que você engaja a sociedade para a ação”, completou

Alunos do curso de Sutentabilidade vão a Extrema (MG)

No início do mês, os alunos do curso Educação para sustentabilidade viajaram para Extrema (MG) para conhecer iniciativas sustentáveis no local. Os estudantes foram acompanhados pelos professores mentores do projeto, Edson Grandisoli, Rosiani Telles (Química) e Thaís Milani (Laboratório de Biologia) e o professor convidado Ricardo Salgado.

Dinâmica na Fazenda Atalanta

Dinâmica na Fazenda Atalanta

Durante a viagem, eles visitaram a Fazenda Atalanta, onde há atividades como compostagem, horta orgânica, telhado verde e bio construção alem do projeto “Conservador das Águas”, ação da  prefeitura de Extrema em parceria com os proprietários rurais para aumentar a quantidade de água disponível na região através da liberação de áreas para o plantio de florestas em propriedades.

Grupo na Cachoeira do Salto

Grupo na Cachoeira do Salto

“O que eu mais gostei foram as pessoas de lá [da Fazenda]. Eles se preocupavam muito com o meio ambiente e eram super engajados, foi interessante ver isso”, declarou a aluna Ana Amélia Texeira. A estudante Ana Beatriz Barros também comentou: “Podemos perceber exatamente o que é sustentabilidade. Quando a gente fala essa palavra, geralmente a gente só pensa em meio ambiente e com essa viagem, a gente percebeu que não é só isso. Tem política, economia e comunicação envolvida também”. Por fim, Valentina Bosch contou: “Foi uma experiência única. Depois que eu voltei, a minha perspectiva de mundo mudou. Eu percebi que ainda tem muita coisa que a gente pode fazer para melhorar a relação com o meio ambiente”.

Caminhando pela Mata Atlântica

Caminhando pela Mata Atlântica

“É uma parte muito importante do projeto mostrar como se está pensando em sustentabilidade para fora da escola. É bom ver como os projetos são feitos e os profissionais trabalham”, explicou Edson Grandisoli. “Além disso, essa saída tem o objetivo de aumentar a convivência entre os alunos. Esse desenvolvimento de intimidade influencia muito no trabalho que eles são capazes de fazer para o projeto”. “Teve uma união maior entre todo mundo. Eles puderam se relacionar de maneira mais próxima, por que às vezes eles não conseguem ter essa interação dentro do Colégio”, completou a professora Thais Milani.

O curso de Educação para Sustentabilidade é voltado para alunos das 1.as e 2.as séries do Ensino Médio e envolve discussões em sala sobre práticas sustentáveis e iniciativas para melhorar o ambiente do Colégio. O debate também fomenta questões que muitas vezes ajudam os alunos na decisão de carreira. Confira o depoimento do aluno Ricardo Corinaldesi Cardoso, que participou do projeto em 2012 aqui.

Participei do Projeto Educação para a Sustentabilidade por dois anos, e venho por meio deste texto passar um pouco da experiência que tive no grupo aos novos alunos.

O projeto tem uma proposta muito legal de colocar o aluno como protagonista, ou seja, o aluno não só assiste às aulas ouvindo, mas também falando, discutindo, dando ideias e executando projetos e, desse modo, o projeto pôde trazer mudanças no meu pensamento e escolhas.

Primeiramente, o projeto contribuiu muito na escolha de minha faculdade, eu tinha em mente a Engenharia Mecânica, mas decidi pela Ambiental e estou matriculado na UFABC. O curso também ampliou e mudou minha visão sobre a nossa sociedade e a relação dela com o meio ambiente.

Antes do curso eu tinha uma enorme preocupação com problemas sociais, mas não me preocupava tanto com a esfera ambiental. Hoje, eu me preocupo muito tanto com problemas sociais quanto ambientais, tenho uma maior visão e a capacidade de estabelecer relações entre ambas as esferas, e também com a economia.

Outra grande mudança na minha vida provocada pelo projeto foi no meu modo de agir nas ações simples do dia a dia como economizar água, energia, e o descarte correto dos resíduos. Graças ao projeto, também desenvolvi habilidades, ideias e criatividade, além de colocá-las em prática nos vários projetos executados dentro e fora da sala de aula.

Concluindo, o conhecimento que adquiri ao participar do projeto foi imensurável, e eu desejo a todos os alunos ingressantes que aproveitem o curso e aprendam tanto quanto eu aprendi.

Sábado de cinema e debate sobre a água

No sábado, 21 de março, alunos e pais foram assistir a A Crise Global da Água no Centro Cultural São Paulo. O filme fez parte da 4ª mostra EcoFalante de Cinema Ambiental e a exibição foi seguida por debate comandado pelo professor de Biologia Ricardo D’Áddio e Edson Grandisoli, do curso de Sustentabilidade.

IMG_2049

Professores Edson e Ricardo

Acreditando ser o assunto da água de importante discussão, o Departamento Cultural do Colégio promoveu uma exibição exclusiva. “Convidar os alunos para assistir a um filme fora do circuito comercial é muito interessante. Foi bom para conscientizá-los de que a água não é um recurso natural disponível para usarmos sem critério; é um elemento da natureza pelo qual temos que ter responsabilidade”, afirmou Ricardo P. Aguirre, Coordenador de Relações Institucionais e Cultural.

IMG_2137

“O que eu mais gostei nesse evento foi a mobilização que ele causou. Não só os alunos compareceram mas muitos pais os acompanharam e isso é essencial para o debate, que é reunir a Comunidade Band, da qual os responsáveis também fazem parte”, comentou Edson, “Estamos vivendo uma crise coletiva e estar bem informado é de extrema importância para que a situação não se agrave”.

IMG_1976

“É importante não só para conscientizar, mas discutir o problema e procurar possíveis soluções para que isso não se repita no futuro”, declarou D’Áddio, “Talvez a gente não consiga evitar a crise, provavelmente essa situação está aí para ficar, mas o papel é esse. Cada um que estava lá era um agente para disseminar informação sobre o problema”.

IMG_1995

A iniciativa da EcoFalante contou com sessões de filme e discussão em diversas salas de cinema da cidade entre os dias 19 e 29 de março. Este ano, o enfoque foi especial para a questão da água. Para conferir a programação clique aqui.

Band recicla 80% do lixo produzido

Há dois meses, o Band iniciou a coleta seletiva a partir da iniciativa do projeto Educação para a Sustentabilidade. Ao todo, mais de 200 lixeiras foram adquiridas e modificadas para duas cores: verde ou cinza. Após este período de instalação, 80% de todo o lixo pôde ser reciclado.

lixo

A meta dos coordenadores do curso, antes da instalação das lixeiras, era de 70% e ainda diziam ser muito otimistas. “Já esperávamos um resultado, mas não esse. O sentimento é de gratidão”, contou a professora de Química Rosiani Telles, uma das coordenadoras do EpS. “Esperávamos esse resultado a longo prazo e não em apenas dois meses”, completou Edson Grandisoli.

Cristian, Alex e Hélio da ONG Instituto Muda

Cristian, Alex e Hélio da ONG Instituto Muda

Em um mês, o Colégio descartou corretamente cerca de 1500kg de papeis e 391kg de plásticos, que foram destinados ao Instituto Muda, ONG parceira da escola. Além disso, apenas em setembro, graças à reciclagem do papel, o equivalente a 44 árvores. A expectativa é que, em um ano, sejam poupadas 525 delas.

Edson acredita que os resultados demonstram o desejo latente de mudanças na comunidade Band. “O resultado é fruto do trabalho de todos”, comentou. Os números foram apresentados para os alunos nas salas de aulas pelo grupo do Educação para a Sustentabilidade, que foram aplaudidos.